Café com Rap: Emicida em “Boa Esperança” e J. Cole em “G.O.M.D.”

0

Texto: Daniel Morais
Coluna: Café com Rap

A maioria das pessoas não criam, elas copiam, adaptam, melhoram, recriam, enfim, elas bebem de outras fontes pra criarem suas próprias bebidas. Essa música e vídeo do Emicida não é diferente.

Quando eu ouvi essa música pela primeira vez, eu gostei, achei que a letra era bem agressiva e visceral, só que o beat era um tanto quanto mediano demais para a música, mas no final das contas, era mais uma boa música lançada pelo Emicida.

Confesso que não estava esperando pelo vídeo clipe da música, estava meio que por fora das novidades do Rap nacional nas últimas semanas, mas eu fiquei com a orelha em pé quando me mandaram o vídeo com comentários do tipo: “Foda”; “Emicida genial”; “Que enredo sensacional”; “Emicida está a frente de tudo e de todos”.

Então fui ver esse vídeo, só que eu fui assistir com uma grande expectativa em cima, pois o burburinho positivo e revolucionário estava muito grande.

[ytp_video source=”AauVal4ODbE”][su_spacer]

Após assistir todo o vídeo eu parei por alguns minutos e tentei lembrar o porque eu tinha a sensação de que já tinha visto esse vídeo ou esse filme na minha cabeça. E as horas passavam e eu ficava com aquela agonia na minha cabeça, até que hoje a tarde eu desisti de saber o porque daquela sensação.

Mas agora a noite um amigo me deu o estalo que eu precisava quando ele disse: “Emicida plagiou o J Cole na música G.O.M.D.“. Naquele momento minha cabeça se abriu e eu entendi o porque eu estava com aquela sensação de que eu já tinha visto isso. Há duas ou três semanas eu vi o clipe da música “G.O.M.D.” pela primeira vez e tinha me encantado pelo enredo do vídeo, além da música ser muito boa aos meus ouvidos.

[ytp_video source=”vHU6ZRQJ50Q”][su_spacer]

Passou alguns minutos e eu comecei a rever os dois vídeos e vi que realmente o vídeo da música “Boa Esperança” é uma releitura do vídeo da música “G.O.M.D.”, vamos chamar de releitura, pra não utilizarmos o termo cópia ou plágio, que eu acho que seria um tremendo de um exagero.

Os clipes serem parecidos não tira o mérito do Emicida com o seu vídeo super produzido, editado e com uma excelente colorização, Boa Esperança, pois esse chega pra ser um clipe referência de qualidade pra toda a cena do Rap nacional.

Querendo ou não, o Rap em geral ainda está bem atrás de outros gêneros quando o assunto são clipes e isso bate com os orçamentos que a maioria dos rappers tem e além do mais temos a questão “gravadora” vs “artistas independentes”. O Rap é um gênero independente, mas aos poucos vemos com maior frequência clipes extremamente bem produzidos como nesse caso do Emicida com “Boa Esperança”.

E vocês, acham que os dois clipes são parecidos?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.