Uma alma gritante: escute o novo álbum do rapper Indemar Nascimento

Hoje irei escrever esta matéria de uma forma bem pessoal. Pois quando comecei a conhecer e escutar Rap a alguns anos atrás, eu talvez nem entendesse qual era a verdadeira realidade de tudo aquilo. Envolvia letras, beats e algo bem mais real e grandioso que eu ainda não enxergava. Sentimento.

No momento em que passei a fazer parte do movimento, ou seja, saí da minha zona de conforto de uma ouvinte, telespectadora, pra ser atuante, eu tive o privilégio de vivenciar, ouvir e conhecer outros mundos, realidades felizes, em sua maioria tristes, e nada fáceis.

Sem sombra de dúvidas, quando se fala em Nordeste, se fala de uma riqueza cultural imensa, se fala de diversidade rítmica, de mistura de sons, de miscigenação, e quando se junta ao Rap, é fato que existe um berço de mentes incríveis que vocês ainda nem fazem ideia, mas que precisam começar a se dar o privilegio de conhecer, ouvir e com certeza fortalecer.

No último dia 29 rolou o lançamento de “Uma Alma Gritante”, um trampo de uma grandeza sentimental visível, que em meio a muito esforço, sacrifício e o mais importante de tudo, amor, chegou às ruas. O trabalho é baseado no relacionamento de Indemar com a sua mãe. Durante esse tempo de acompanhamento, eu pude perceber em cada palavra de carinho e admiração quem é o ser mais importante na sua vida.

O álbum é um canto sobre superação, amor, amigos e família. Indemar acredita poder transformar vidas através da sua música e é essa essência que ele consegue mostrar no disco. Ouça na íntegra:

Indemar é de Salvador, nascido e criado em Itapuã e enche a boca pra falar com orgulho sobre a comunidade que vive. Sem sombra de dúvida, a vida nos dá oportunidades de poder sentir a sensibilidade de algumas pessoas, e o destino me presenteou com isso, mostrar algo que Marechal já dizia: ”Não tá faltando Rap, tá faltando Rap de verdade”, aqueles que a gente consegue sentir lá na alma e cada batida do coração.

“Meu sonho me mantém vivo, acredito que o amor é a cura. Luto para que eu venha a ser o motivo de maior orgulho de minha mãe. Meu maior desejo é que minha música consiga restaurar corações” – Indemar Nascimento

As suas influências e boa parte do conhecimento de Indemar vem de alguns dos mc’s mais fodas que movimentam o cenário do rap na cidade de Salvador: Álvaro Réu, Coscarque, Mobbiu, Ravi Lobo, Larício Gonzaga, Dark, Dezesseis Beats, entre outros.

O trabalho tem produção de Álvaro Réu, fotografia por Lane Silva e direção de arte por Shoes.

13133136_1001167056585257_6493340211689250317_n
Capa

[su_spoiler title=”Lista de músicas” open=”yes” style=”simple” icon=”plus-circle”]

 

  1. 1994. Part. Lane Silva e Álvaro Réu
  2. Desde o princípio, mãe. Part. Vanice Deise
  3. Uma alma gritante. Part Débora Sacramento ( Álvaro Réu)
  4. O mundo que eu escondo .
  5. Desaguando em linhas. Part Bruno Suspeito, Patrick Sales, Marcos Morcegão
  6. (prod. Victor haggar)
  7. Como vai seu mundo?
  8. Prece. Part. Ravi Lobo e Shoes (Prod. Dimano)
  9. Minha Historia (Prod. Dimano)
  10. Faça o seu. Part. Cosca e Álvaro Réu (Dimano)
  11. O amor ainda existe. Part. Marcia Conceição ( Mauricio MDN)

[/su_spoiler]

Comentários estão fechados.