R.I.P. Notorious B.I.G.

Há exatos 20 anos atrás, Notorious B.I.G. estava em Los Angeles, numa viagem para promover seu segundo disco, “Life After Death“, e gravar o clipe da música “Hypnotize“.

Após o Corpo de Bombeiros encerrar uma festa promovida pela revista Vibe e Qwest Records no Museu Automotivo Petersen, Biggie e seus parceiros do Junior M.A.F.I.A. entraram nos carros que os levariam de volta ao hotel. Por volta de 00:45 as ruas estavam cheias de pessoas que estavam saindo do evento, no carro em que B.I.G. estava tocava sua música “Going Back to Cali“. O carro de Biggie parou em um sinal vermelho, um Chevrolet Impala preto parou ao lado. O motorista desse Impala disparou contra o carro onde estava B.I.G., quatro balas o atingiram no peito. Biggie ainda foi levado ao hospital mas não resistiu.

O legado que Notorious deixou é evidente. Para muitos ele é o maior rapper de todos os tempos, não vamos entrar nessa discussão, só ressaltar sua influência na nossa música até hoje. Dono de uma levada única, B.I.G. tinha habilidade para contar histórias nas suas rimas e para botar a gente para pensar na vida, como em “Everyday Struggle“.

Entre o álbum “Ready To Die“(um dos melhores da história do Hip Hop), o casamento com Faith Evans, uma amizade que virou treta com Tupac, o molequiho gordão do Brooklyn é um ícone do Rap, morreu muito jovem, apenas com 24 anos, e é inspiração e influência para os rimadores do tempo dele e para a nova geração, em todo o mundo! Descanse em paz Christopher “Notorious B.I.G.” Wallace.

Comentários estão fechados.