Diomedes Chinaski lança Diss para Bolsonaro

Foto: Rostand Costa | @rost_and
1

A track inicia utilizando um recorte do mesmo discurso de Carlos Marighella que o Racionais MC’s utilizaram em “Mil Faces de um Homem Leal“, porém aproveitando-se de outra parte do discurso o qual diz que:

A polícia nos acusa de terroristas e assaltantes, mas não somos outra coisa que não revolucionários que lutam à mão-armada contra a atual ditadura militar brasileira e o imperialismo norte-americano. Nossos objetivos são os seguintes…

Com flow agressivo e munido de discurso a favor da educação e contra a violência, Chinaski posiciona-se contra todo o discurso de ódio pregado pelo candidato a presidência Jair Bolsonaro.

Bolsonaro vem sendo alvo de muitas críticas devido ao seu discurso de ódio contra negros, índios, mulheres e toda a comunidade LGBTQ+ e recentemente, fruto da #elenão, diversos protestos foram realizados pelo país e no mundo reunindo milhares de pessoas que foram as ruas protestar contra o candidato.

A faixa foi produzida pelo Deryck Cabrera e traz como arte do single uma releitura da Santa Ceia, porém trazendo Chinaski no centro da mesa, ocupando o lugar de Jesus que significa para muitos ser o salvador da humanidade. Essa ideia reforça o refrão da música onde Diomedes se diz o salvador do Brasil.

Ao lado de Chinaski na arte estão o ex-presidente Lula, o cangaceiro Lampião, os também rappers Mano Brown e o falecido Tupac, além também de Malcom X, ícone da luta contra o racismo.

Recentemente ele lançou a mixtape “Comunista Rico“, reforçando ainda mais o seu posicionamento político através do título

1 comentário
  1. Lazaro Júnior Diz

    Bota a mizera dos créditos de que faz arte, ora desgraça.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.