Guarulhos is the new Atlanta?

“Guarulhos Trap Yeah, Guarulhos mais que Chicago Yeah”

0

Atmosferas não tão distantes deram origem ao mais novo pólo da música Trap Nacional. Com vivências parecidas, o luxo e a realidade das ruas como base poética, a indústria Trap de Guarulhos cresce em proporções impressionantes. No último ano, o estilo que até então era pouco conhecido ou criticado por grande parte do público Rap brasileiro, vem ganhando espaço e respeito, além de criar uma espécie de indústria própria, mostra uma perspectiva diferente da cultura.

Percebe-se atualmente forte presença de músicos paulistas como expoentes e representantes do estilo no Brasil, nitidamente, o principal e um dos pioneiros é o Guarulhense Rafael Fernando Moreira, também conhecido como Raffa Moreira, Lil Raff e atualmente BC Raff. Raff está presente há anos na cena Underground do Trap, construiu de forma independente um público sólido e um grande histórico polêmico de subversão, mostrando a real essência do que o próprio gosta de chamar de “Trap de Guarulhos”. Junto com um vasto “arsenal” de Mc’s do mesmo estado, compartilhando de um mesmo público. A subversão a idéias comuns a todos, a quebra de padrões e a não simpatização com diversos temas presentes no atual mundo Rap, dão ao estilo uma nova identidade totalmente única, além de serem referência musicalmente, os artistas também tornam-se grandes parâmetros para a moda e o lifestyle do trap, o que pode-se chamar de “TrapLife”.

Todos os dias surgem novos talentos tentando sua vez na vida artística, e estes com certeza serão as próximas gerações da arte no país, existem diversos nomes do Trap Guarulhense promissores para os próximos anos, que seria mais viável fazer uma matéria para cada um. Uma outra grande aposta reconhecida pela cena trap atual, é o jovem paulista (realmente jovem) Jezreel Nery. Com apenas 5 anos de idade, Jezreel detém uma identidade visual admirável e uma base musical impressionante,  o jovem vem lançando singles com uma produção realmente profissional em todos os sentidos, em suas músicas fala sobre seu estilo de vida e rotina, destacando seus gostos e com refrões que não saem da mente, sendo este da mesma região do berço do Trap no Brasil.

Além das semelhanças musicais, a cidade de Guarulhos tem estatísticas realmente interessantes sobre a criminalidade e a violência, lembrando também a estética do berço mundial do Trap, porém com uma personalidade mais individual e “abrasileirada”, tratando também de temas clássicos nacionais.

De olho no jogo, empresários do ramo musical, buscam espaço na nova “moda”, que parece ganhar cada vez mais espaço nas playlists. E você, ouve Trap Nacional? Aqui vão alguns nomes de representantes da cultura Trap no Brasil, que só tendem a crescer com a explosão do estilo, confira!

Recayd Mob, Sidoka, DaLua, Blackout, Rare Kidd, Rhyno, Denov, Jé Santiago, Hoffmxn, BC Raff, Jezreel Nery, NAIO, Tuneboys, Lil Zé, LOWCLIQUEBOYS, etc.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.