Criolo fala que maconha não pode ser glamourizada, assim como foi feito com a bebida alcoólica

0

A TV olimpo, em conjunto com a Cultura Anônima, obteve alguns minutos com o Criolo durante seu show no Bar Opinião. Foi algo breve por conta da alta procura ao rapper, mas durante os 10 minutos de ideia trocadas conseguimos conversar sobre assuntos importantes, desde seu álbum “Espiral de Ilusão” até o consumo de maconha.

Foto: Manuel Surreaux

Em clima de guerra civil, desastres e explosões, o clipe “Boca de Lobo” retrata não só a precariedade da população brasileira, mas também decadência da humanidade. Quando perguntado sobre a música, Criolo respondeu: “a gente teceu uma linha do tempo para relembrar algumas coisas, algumas centenas de coisas que foram acontecendo com a gente, e pra dizer que a gente não se esqueceu dessas coisas ruins que aconteceram com a gente.”

Criolo falou também sobre o se álbum de samba “Espiral de Ilusão”, lançado em 2017: “Eu esperei 10 anos para escrever esse disco, o samba sempre esteve presente na minha vida, na minha família, nunca foi algo distante de quem mora na quebrada, de quem mora na favela. O rap que é algo novo, o rap que é algo jovem, extremamente jovem, 50 anos de existência, mudou minha vida”.

Foto: Manuel Surreaux

Ainda, quando perguntado sobre a sua opinião a respeito da legalização e consumo de maconha, Criolo respondeu com muita sobriedade: “O que você traz pra dentro do seu corpo, você vai entender como seu corpo reage a isso. Cada pessoa vai ser de uma forma, vai ser de um jeito. Você não pode glamorizar o processo, assim como a bebida alcoólica foi glamourizada; o homem de sucesso toma a bebida mais cara, o homem de sucesso tá com o carro mais caro, esteriótipos de pessoas de família tem que ser de tal jeito; eu acho que as coisas não podem ser conduzidas desse jeito, pois se não vão cair no mesmo abismo.”

Veja aqui a entrevista na íntegra:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.