Jovem Mendes e RAVI ajudando a colocar Mariana/MG no mapa

0

A cidade de Mariana, no interior das Minas Gerais, ficou mais reconhecida nos últimos tempos devido ao crime socioambiental produzido pela Vale do Rio Doce e Cia em seu distrito chamado Bento Rodrigues. A cidade, que foi a primeira capital do estado, vive uma atualmente uma crise motivada pelo crime que eu citei acima. Até o fechamento dessa matéria nenhum dos responsáveis foram sequer julgados (nem parece que vão), veja aqui. Mas falando em termos culturais, Mariana (e região) sempre foi uma cidade muito rica em arte, arte de todos os tipos e para todos os gostos.

A cena do hip hop na cidade já vem sendo fomentada há alguns anos. Artistas como TanamenteRap, Pedro Khaus, DogDu, JJ Marçal, InversoRap, o Djonga (que morou na cidade enquanto estava fazendo graduação na UFOP/ ICHS), entre outros, foram responsáveis pelo estímulo da cultura hip hop e negra de maneira geral em Mariana. Todas essas pessoas citadas também criaram a Batalha das Gerais, roda de rima e cultura que acontece desde 2015 de forma independente. Através dessas e outras ações de resistência, a cena está sempre em crescimento, seja com shows bem estruturados ou na influência no surgimento de novos artistas. O trap não poderia deixar de dar as caras nesse contexto que envolve a cultura hip hop.

Jovem Mendes e RAVI vem nessa toada. Eles são Mcs daqui de Mariana, oriundos das batalhas que acontecem no centro da cidade. Recentemente eles se juntaram no clipe da faixa Dior, que está disponível no youtube e vai estar no final da matéria. A track é uma love song trap, falando daquele amor que foi, mas aposto que você queria que voltasse.

Arte do Single Dior

“Eu e o Jovem Mendes somos da mesma área, e costumamos fazer muitas tracks juntos pelo fato de nossa voz combinar melodicamente, a “AIDIAX” empresa que nos gravou, também é aqui da minha área sabe, e como eles também estão em ascensão aqui na quebrada pensamos, porque não gravar algo com um roteiro de cinema”, conta Ravi. De fato o clipe tem um roteiro bem trabalhado, totalmente gravado em Mariana, com vários ótimos takes de pontos da cidade. A AIDIAX, que produziu o clipe, é uma produtora de audiovisual também daqui. O Making Off do clipe também é muito massa de se ver.

O single é bem produzido, com o auto tune na medida certa, não atrapalhando em nada no entendimento dos versos. É um trap bem melódico e que tem um refrão bem feito e cantado por Jovem Mendes, que você aprende fácil e que fica na sua cabeça. RAVI chega com um flow bem versátil logo em seguida que é a cereja do bolo da track. Som muito bom de ouvir, tem uma pegada comercial e que foge um pouco das coisas que tão sendo feitas em cima de beat de trap hoje em dia.

Jovem Mendes e RAVI.

Jovem Mendes explica a construção do refrão: “baseado em algumas experiencias amorosas tive a ideia de escrever o refrão. A ideia do som se refere a um relacionamento com uma mina que por algum motivo deixa de existir mas que ainda existe um certo tipo de sentimento entre ambos. Algo que me prende, mas ao mesmo tempo me sinto culpado por todas as consequências disso, portando uma parte do refrao eu digo: “talvez sozinha voce seja bem melhor”.

Perguntei ao Ravi se eles tinham mais lançamentos planejados e ele me disse o seguinte: “sim cara, eu tenho um clipe sendo gravado também pela AIDIAX, que deve ser lançado na metade do mês que vem. Um clipe do meu grupo CNTX – Context”. Ou seja, os trabalhos não param, a intenção é movimentar cada vez mais a música rap na cidade Mariana e região.

É tão louco pensar como o rap está se tornando cada vez maior e influente, e sendo feito em lugares que há dez anos atrás não se pensava muito nisso. Nesse mês na cidade de Ouro Preto (que já tem uma cena de rap mais antiga) vai ter a 6° edição do festival gratuito chamado HipHop.Doc com Black Alien e diversos artistas da região, em Julho tem o Djonga aqui em Mariana, e a Batalha das Gerais acontece religiosamente toda semana praticamente. Ou seja o rap aqui não está sendo mais só ouvido, os artistas estão produzindo, criando com qualidade, da forma que podem, sempre de forma coletiva e conectada. A master/mix de Dior foi feita pelo DogDu, a AIDIAX também produziu o clipe do mesmo lançado há mais ou menos dois meses. Isso é Hip Hop.

Sobre a cena RAVI diz: “eu vejo a cena como um garimpo, com muitas pessoas talentosas, que só precisam de uma oportunidade pra vingar. Esforço e trabalho duro fizeram esse single Dior, e com o marketing certo, estamos conseguindo alcançar e criar nosso publico”. A intenção que eu vejo é essa, alcançar o máximo de pessoas com a arte marianense. São esses artistas, produtores, beatmakers, que são responsáveis por aquecer a poesia rap na cidade.

Veja o clipe e busque valorizar quem faz a cultura rolar localmente, seja na capital ou no interior. Logo abaixo você pode conferir o clipe do single, que estará em breve no Spotify.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.